Mentira



Em sua 1ª entrevista, depois de aceitar ser ministro, Moro reafirma que decisão “não tem nada a ver com o processo de Lula”, a quem ele condenou por roubo.
“Não poso pautar minha vida com base numa fantasia, num álibi falso de perseguição política”, disse.