Modernidade



Judiciário todo deveria se espelhar no que Luciano Assis fez na Vara da Infância. Com audiências por vídeo-conferências, com juiz, promotor, advogado e réu participando sem saírem dos seus respectivos quadrados.