Alvos



José Tubinambá e André Abdon também entraram na alça de mira do MPE. Acusados de se beneficiarem de suposta fraude protagonizado pelo PSC na campanha das urnas de outubro, já comem o pão que o ‘Tinhoso’ amassou.