Nem-nem



A pesquisa revela números alarmantes na educação: passou de 60 mil em 2016 para 71 mil em 2017 o número de jovens de 15 a 29 anos que não estudam e não trabalham. Com o AP registrando o 4º pior desempenho nacional.