Amadurecimento



Questionado sobre o indulto, já que Bolsonaro prometeu que o concedido por Temer seria o último, porta-voz do Planalto, general Otavio Barros, negou:
“Houve uma evolução, eu não diria que mudança de posição, houve amadurecimento de posição”.