Defesa



Davi se defende em carta à Folha de S.Paulo, no caso dos bens ocultados.
Diz ter declarado todos eles e que “inconsistência” se deve à demora dos cartórios para a realização dos registros.