Mandarinato



Paulo Madeira, depois de 21 anos, deixa a 6ª Vara Cível e passa a despachar a partir de 1º de março como juiz-auxiliar da presidência do Tjap.
No lugar de Matos Júnior, que fez belíssimo trabalho de modernização do Judiciário.