No topo



Bolsonaro fecha agenda para uma viagem até a China, em setembro; e deve levar Mourão e Maia na comitiva.
E, confirmadas previsões, Davi, 3º na linha sucessória, assume PR na ausência.