Punição



Aprovado em concurso, acusado de matar Tiely Medeiros, no trânsito, teve pedido negado para apresentar documentos à PM.
Já preso, agora Jony Medeiros é punido pela 2ª vez, com emprego público esvaindo pelo ralo.