Reação



Em “Carta Aberta”, analistas do Imap afirmam que primam pela legalidade nos processos administrativos de licenciamento, monitoramento e fiscalização ambiental.
E que operações do MPF e PF foram motivadas por denúncias de servidores do Instituto.