Amigavelmente



“Quando um não quer, dois não brigam”, no velho dito popular.
Aliás, respeito mútuo foi o que sempre norteou boas relações entre Clécio e WGóes, apesar de adversários políticos.
Bom, muito bom…