Às claras



Bolsonaro foi curto e certeiro sobre Evaldo Rosa, o músico metralhado por milicos, no RJ:
“Não existe essa de jogar para debaixo do tapete”, disse.
Boa, boa!
Enfim, uma dentro, pra variar.