De olho



TCU já botou na pauta: vai analisar legalidade e viabilidade do pagamento da chamada “gratificação por exercício acumulativo de ofícios” a procuradores e juízes federais, revela o Painel, da Folha de S.Paulo.