Julgamento



Sem acordo na conciliação, imbróglio do comando da CVM vai a julgamento pelo Pleno em 24 deste mês.
Quando martelo será batido se eleição é anulada ou Marcelo Dias segue no trono maior da Casa.