Incógnita



Caso dos votos do PSC, questionados como inválidos, por contrariar normas do DRAP, do TSE, em Brasília, pra onde havia sido mandado, voltou pra mesa do TRE no Amapá, a quem agora cabe o bater do martelo —se André Abdon (PP) continua ou não exercendo mandato como federal.