Revolta



Davi manifesta indignação com ameaças a senadores, ultimamente.

Denúncia mais recente partiu de Randolfe (Rede), um dos que articulam suspensão do decreto das armas, de Bolsonaro.

“Ameaças de morte, com mais frequência nos últimos dias, têm sido feitas por WhatsApp”, conta o senador da Rede.