Impostura



De repente, a cidade ficou de pernas pro ar: O Jaime da Domestilar morreu!!!
Mesmo contado nas redes de fofocas, o clima ficou tenso, muito tenso, mas logo veio o desmentido —completamente, imediatamente, absolutamente, instantaneamente.
Tudo mentira!
Um berreiro de pura maldade, pro desassossego de admiradores, amigos e familiares do empresário.
Ufa!

Menos caótico



Enfim, temos o que comemorar, porque pela primeira vez o Amapá se destaca como o estado com menos mortes no trânsito —dados de 2014, levantados por pesquisa recente.
Rapapés à parte, méritos para a CTMac, por estar caprichando na sinalização da cidade.

Peça rara



Se envelhecer é perder a curiosidade, então ainda estou jovem pra caramba.
E doidinho pra saber no que vai dar aquele bilhetinho de um político recém-eleito, fortalecendo ‘autos’ da PF sobre caso Bolsa Família, sob investigação.
Detalhe: signatário não usa broche do Psol.

Teimosia



 

Jô Acs, um amigo meu, que já foi designer do Estadão, em SP, liga pra saber como ando da vida.
—Nem circunspecto nem encarquilhado, respondo.

Aleluia!



Enredo fechado: Pedro Leite (Saúde) manda pagar TFDs atrasados de 2014.
E todos seguem em paz com Deus e com os homens.

Mudança



Troca de cabeças nesta quinta, 29, na CVM.
Saem Jaime, Augusto e Edna; entram Jean, Auciney e Aldrin.
No tudo a ver com eleição a estadual.

Refeição



Conceição Medeiros (Seed): “Entendo que as aulas devam começar quando tivermos merenda nas escolas”.
Resumo da opereta: só quando se escutar o tinir dos talheres e o ruído da mastigação.

Estado deposita, hoje, dinheiro do TFD nas contas dos pacientes



A coordenadora geral do programa Tratamento Fora de Domicílio (TFD), no Amapá, Márcia Regina, acaba de confirmar ao Portal Diário o pagamento de 22 lotes do TFD que estavam atrasados desde o ano passado. Desde a semana passada, ouvintes do programa Luiz Melo Entrevista, da Diário 90,9 FM, vinham fazendo apelos dramáticos ao governo para que o caso fosse solucionado. Em resposta aos questionamentos, o secretário de Estado da Saúde, Pedro Leite, em entrevista ao programa, afirmou que a decretação do ‘Estado de Emergência’ faria com que o problema fosse resolvido entre os dias 28 e 30 desse mês, como confirmado na tarde desta quarta.

Por telefone, a coordenadora, que está em Belém (PA), afirmou que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) depositou na tarde dessa quarta-feira, 28, quase R$ 400 mil nas contas dos pacientes atendidos pelo programa.

“São 400 pacientes que recebem o auxílio financeiro. Para esses foram depositados mais de R$ 150 mil. Outros 92 pacientes recebem a complementação financeira. Nesse caso, o valor depositado foi superior a R$ 200 mil. Com isso, atualizamos o pagamento desse benefício que faz toda diferença para quem está acometido de doença grave, e depende desse dinheiro para continuar lutando pela vida”, afirmou Márcia.

A coordenadora explicou que processos iniciados no fim de 2014 só serão pagos quando o orçamento de 2015 for aberto, em fevereiro. “Aqueles processos iniciados no fim de dezembro, quando o orçamento para o ano seguinte foi fechado, serão pagos no fim de fevereiro ou início de março. Nesses casos, dependemos da disponibilidade da senha do Siplag (Sistema de Inteligência em Planejamento e Gestão). Somente com essa senha é possível fazer o empenho e ordenar a execução do pagamento”, explicou.

Pelo processo bancário, o dinheiro deverá estar disponível já nesta quinta-feira, 29, na conta dos pacientes beneficiados pelo TFD, e que fazem tratamento em quase todas as unidades hospitalares especializadas nos 26 estados da Federação e Distrito Federal.

Rodoviários ameaçam parar transporte público na capital



O presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos e Trabalhadores das Empresas de Transportes Rodoviários de Passageiros do Estado do Amapá (Sincottrap), Genival Cruz, anunciou na manhã desta quarta-feira, 28, em entrevista ao programa LuizMeloEntrevista, na Diário 90,9 FM, que mais de 450 trabalhadores da empresa Sião Thur podem cruzar os braços a partir desta quinta-feira, 29, caso os salários e outras vantagens não sejam atualizados.

A empresa responde por 60% da frota que circula na capital e no transporte intermunicipal entre Macapá e Santana. “Desde o fim do ano passado que estamos denunciando essa manobra da empresa, inclusive com o Ministério Público do Estado sendo acionado, mas a patronal insiste em desrespeitar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado anteriormente”, disse Genival.

Caso a empresa não faça o ajuste do pagamento até o fim da tarde de hoje, a categoria iniciará a paralisação na madrugada desta quinta, em frente a garagem da Sião Thur. A reportagem entrou em contato com a empresa, mas as ligações não foram atendidas.

Semed trabalha para solucionar falta de vagas em Macapá



A secretária municipal de educação de Macapá, Antônia Andrade, confirmou na manhã dessa quarta-feira, 28, que a demanda de vagas na rede municipal é superior à oferta da Semed, como denunciou a presidente do Conselho Tutelar da Zona Sul, Regiane Gurgel, em entrevista ao programa LuizMeloEntrevista, na Diário 90,9 FM.

Segundo a secretária, o número insuficiente de vagas ocorre por vários fenômenos, como a migração populacional e a transferência de alunos. “Temos pleno conhecimento da demanda, e já sentamos com o estado para buscar soluções no sentido de evitar que estudantes do ensino fundamental fiquem fora da sala de aula, até mesmo porque isso fere a própria Constituição”, lembrou Antonia Andrade.

A secretária disse que no último ano o município abriu 10 anexos, o que corresponde a dez escolas, para abrir novas vagas. “O município tem cobrado a destinação de maiores investimentos do governo federal. O orçamento municipal é parco para fazer grandes investimentos em infra-estrutura. O município tem muitos alunos, poucas escolas e poucos recursos. Enquanto isso, o governo federal tem poucos estudantes, grande infra-estrutura e um volume altíssimo de recursos. É isso que precisa ser revisto”, afirma.

Antonia Andrade disse que a reunião com a secretária estadual de educação, Conceição Medeiros, foi positiva, e que vai aguardar a Seed encerrar as matrículas da rede estadual, na próxima sexta-feira, 30, para receber o espelho com a real demanda, e dar os encaminhamentos necessários para resolver o problema.

Dilson Borges lamenta saída de Sarney do Senado e anuncia 14 km de asfalto para Mazagão



O prefeito de Mazagão, Dílson Borges (PMDB) anunciou nesta quarta-feira, 28, que até o mês de março já estará liberada a licitação para a pavimentação da sede do Município. De acordo com ele, são 14 quilômetros de asfalto garantidos através de emenda parlamentar do senador José Sarney (PMDB), com investimentos de R$ 16 milhões, já incluída a contrapartida do governo do Estado.

“Já estive com o gerente de governo da Caixa Econômica Federal em Macapá, o projeto já foi entregue a ele e ao governador Waldez Góes, agora é só esperar os trâmites burocráticos para a liberação dos recursos, para então iniciarmos o processo licitatório. Essa é mais uma grande conquista da atual gestão para o povo de Mazagão, considerando que há mais de 20 anos o Município não recebe um só metro de asfalto”, comemorou Dílson no programa LuizMeloEntrevista, da Rádio DiárioFM.

Dílson Borges lamentou a saída de José Sarney do Senado, porque, segundo ele, “o Senador foi o responsável pela viabilização de grandes e importantes obras para o Município. Na realidade, ele foi o único Senador da bancada do Amapá que direcionou emendas parlamentares e viabilizou recursos através de convênios. Espero que a omissão dos demais senadores seja corrigida a partir deste ano”, cobrou.

Outra obra importante que está em andamento em Mazagão é a construção do Terminal Rodoviário: “Há décadas que o terminal de Mazagão é embaixo de uma árvore. Os usuários de transportes coletivos ficavam à mercê do sol e da chuva. Senti o drama e fiz gestões em Brasília junto à deputada Dalva Figueiredo, que atendeu o nosso apelo e direcionou emenda parlamentar para a construção do Terminal, que está sendo executado e será inaugurado no mesmo dia da inauguração da ponte sobre o Rio Matapi”, prevê o Prefeito.

Para Dílson Borges, conseguir verbas em Brasília depende de muita articulação dos prefeitos, principalmente junto à bancada parlamentar do Estado: “Mazagão tem sido um exemplo para os demais municípios, porque constituímos uma equipe técnica competente justamente para não termos problemas com projetos. Na nossa gestão os projetos são produzidos quase que simultaneamente ao anúncio da disponibilização dos recursos, e esses recursos são garantidos através de uma articulação política habilidosa, tanto que dos 8 deputados federais da bancada do Amapá apenas a deputada Janete Capiberibe não disponibilizou uma só emenda parlamentar para o Município”, relatou Dílson.

O Prefeito elencou várias outras obras que estão em andamento, das quais se destacam: duas Unidades Básicas de Saúde; 2 quadras poliesportivas cobertas e com vestiário; construção dos prédios da Prefeitura e da garagem municipal; pavimentação em seixo sextavado (bloquete) das ruas e avenidas do Bairro Olaria e Distrito do Carvão; passarelas em concreto no interior, terraplanagem das ruas e avenidas da sede do Município para recebimento de asfalto, além da retomada da pavimentação da rodovia que liga a sede a Mazagão Velho, que, segundo Dílson foi paralisada no governo passado, mas o governador Waldez Góes já se comprometeu no sentido de retomar as obras.

Estado confirma para sexta, 30, pagamento de servidores



O governo do estado confirmou oficialmente na manhã dessa quarta-feira, 28, que o pagamento dos servidores estaduais será realizado nesta sexta-feira, 30. Até a semana passada, existiam dúvidas sobre a data correta.

De acordo com o secretário da fazenda, Josenildo Abrantes, o governo faz um esforço para estabelecer um calendário de pagamento para os próximos meses, mesmo com o desequilíbrio fiscal em que foram encontrados os cofres públicos. Um grupo de trabalho formado por servidores das secretarias de Estado da Administração (Sead) e do Planejamento (Seplan) espera fechar o calendário anual de pagamentos em fevereiro.

“A determinação do governador Waldez Góes é para concentrar esforços na definição de um calendário de pagamentos. O desequilíbrio nas contas públicas existe, mas, mesmo com o mínimo, trabalhamos para cumprir ao máximo os deveres para com os servidores do estado”, disse Abrantes.

Ainda segundo o secretário, o pagamento do funcionalismo público estava cercado de grande expectativa. Na semana passada uma falsa nota circulou nas redes sociais dando conta do pagamento. Com a confirmação da data para sexta-feira, a atenção será voltada para a formatação do calendário anual. O cronograma de pagamento é apenas uma das ações de valorização do servidor estadual que serão retomadas por meio da Agenda do Servidor, compromisso do governador com os trabalhadores.

A agenda do servidor também inclui a intensificação da segurança dos funcionários e da sociedade em geral no período de pagamento. A partir da divulgação do cronograma anual, a Polícia Militar fará o planejamento estratégico para reforçar a segurança neste período, por meio do policiamento ostensivo na área comercial e no entorno das agências bancárias.