Caos



Entreouvido.
—A coisa anda tão feia, que se está começando praticamente do zero.
De um graduado ocupante do ‘staff’ de Waldez Góes, avaliando governo de Camilo Capiberibe.

Oposição



O PSB já começou a afiar bisturis e guilhotinas, mas só faz uso depois
que Waldez carimbar seis meses de governo.

Na Rádio Cipó.



Com repetência dos mesmos políticos —alguns despreparados, fúteis e quase divinos,
a reforma política bem que poderia começar pelo Amapá.
E isso o eleitor não vê!

Opção



Entreouvido, no restaurante, hoje.
Depois do ‘fracasso’ do filho, Capiberibe agora pensa trabalhar Janete pra disputar sucessão de Waldez Góes.

Notícia boa



Políticos do Amapá, em Brasília, comemoram.
“Nós não estamos na lista do Janot!”.
Viva!!!

Persistência



Embalado pela boa votação pro Senado, Moisés Rivaldo já carrega impresso
na memória desejo de ir a um novo pleito —no legislativo, preferencialmente.

Cabisbaixo



O petismo de cá já anda convencido do desgaste dos ‘estrelados’ país afora, por conta da Lava-Jato.
Mas não que esteja ‘jurado de morte’, porque tudo termina se arrumando, ao fim e ao cabo.

Reticente



De Lucas, sobre se candidatar à prefeitura, ano que vem.
“Não descarto. Mas ainda é muito cedo pra já se ter uma decisão formatada”.

Roubalheira



US$ 88,6 bilhões —montante ainda sujeito a alterações, é quanto está custando para o país a corrupção Lava-Jato, na Petrobras.

Fora



Por envolvimento na Lava-Jato, Randolfe Rodrigues está pedindo o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado.
E, ao mesmo tempo, mais respaldo ao trabalho do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Imoral



Pro ministro Marco Aurélio Mello (STF), a permanência de Eduardo e Renan,
agora que são oficialmente investigados, não é ilegal, mas tampouco “é desejável”.

Desculpa



O que o petismo está botando nas redes pra conter ímpeto de manifestantes.
—O panelaço é coisa dos ricos; os pobres não se manifestaram no domingo.

Autonomia



Randolfe e Capiberibe também comungam da ideia de se formar um bloco de senadores independentes,
que ainda não vingou, apesar de seguidos encontros na casa do colega Luiz Henrique, em Brasília.
Mas votam pela derrubada do veto de Dilma à correção de 6,5% na tabela de imposto de renda.

Estavam lá

Pressão



MPF foi à Justiça pela regularização de terras quilombolas no Amapá, com ações de improbidade contra Incra e Fundação Palmares.
Cobra conclusão de processos de regularização fundiária, que já tramitam há mais de 10 anos.

Na conta



GEA repassou R$ 6,2 milhões aos caixas escolares, o que possibilita volta
às aulas em 400 escolas da rede estadual de ensino.