Reavaliação



Pra Feijão, setor mineral do estado precisa ser repensado e os projetos executados com responsabilidade, porque em vez de passar a ser o grande alavancador da economia e do desenvolvimento do Amapá, pode representar a queda irreversível para o caos”, aconselhou.

Leitor tira dúvida



“Melo, fui gerente de consignados do GEA, tem uma cláusula que fala muito bem desse caso. O contrato é feito com o Estado, então é irregular à negativação por parte dos bancos, inclusive com sanção de até quebra de contrato pelo GEA.”
(Marcello Barboza)

Leitor pergunta



Qual parlamentar fará projeto para captar recursos e melhorar trânsito no entroncamento da Leopoldo com rodovia JK até monumento Marco Zero?
(Antônio Lima)

Leitor escreve



Melo, bom dia! O rompimento dessas barragens de rejeitos ocorrida em Mariana -MG pode se repetir em Pedra Branca do Amapari. A Zamin tem várias barragens com essas que estão sem manutenção ou inspeção desde o início de 2015. Caso ocorresse, o prejuízo ambiental ao rio Amapari e á comunidade do município seria incalculável. Verifique, por gentileza.

De profetas e profecias



José Sarney – Ex-Presidente da República

O maior desejo da mente humana é saber o futuro. Desvendar o desconhecido. José do Egito foi o mais consagrado e bem remunerado de todos os videntes. Recebeu recompensas do faraó que fizeram história quando esclareceu o simbolismo das sete vacas gordas e sete magras. Mas… ele não era bem um vidente; era, no relato bíblico, um decifrador de sonhos. Sabe-se, também pelo livro do Gênesis, que essa capacidade de interpretar sonhos faz viver muito. José morreu com 110 anos.
Ser profeta já é outra coisa. Não é um saber o futuro, mas oferecer fábulas capazes de interpretar o futuro. Também é uma arte que tem suas restrições. Uma delas, a primeira de todas, Cristo ensinou: “ninguém pode ser profeta em sua terra”, sempre deve ser na terra dos outros.
As cassandras são de outra natureza. São profetas privadas de credibilidade. Ninguém leva a sério, mesmo profetizando desgraças. A fundadora dessa escola que tem seu nome, Cassandra, personagem mitológica, recebeu de Apolo o dom da profecia. Mas, porque lhe negou partilhar de suas intimidades, recebeu, de vingança, não ter credibilidade. Sua mãe, Hécuba, era de grande fertilidade -teve mais de 50 filhos-, e seu pai, Príamo, um velho que não teve forças para lutar por Tróia.
Os astros também podem ajudar nas previsões do futuro. O meu querido amigo e brilhante jornalista Getúlio Bittencourt, nos idos de 85, deu-se ao trabalho de estudar a data e a hora do meu nascimento para fazer o meu mapa astral. Aí, então, eu vi quanta complicação cósmica está envolvida no mistério do nascimento das pessoas. Uma das observações do seu trabalho foi o que pode ocorrer comigo na influência do “Sol trígono Netuno”, em que ele encontrou tendências de minha personalidade: “O senhor é muito criativo, mas tende a refugiar-se em sonhar acordado quando enfrenta problemas. Nada existe de errado em sonhos, mas eles podem ser muito destrutivos quando confundidos com a realidade. Será particularmente útil continuar a escrever ou a pintar na menor brecha que lhe derem. O motivo é simples. A sua imaginação não se esgota na prática da política. Se o senhor conseguir um espaço concreto para ela, seja numa tela, seja numa folha de papel, é mais provável que sua mente possa se concentrar com clareza nos temas reais”. Aprendi também que o “mapa natal” se chama “Rosa dos Ventos”.
Muito em moda, e com grande charme atual, é a profecia com ares de precisão científica. Agora é comum economistas, matemáticos e físicos virarem profetas e fazerem, mais do que previsões, profecias: “A Terra vai resfriar-se daqui a um bilhão de anos…” “A águia americana vai pousar no colo de Greenspan com patas de juros de 4% com a economia mundial em crescimento”.
Mas a profecia mais impossível que vi nesta área, nos últimos tempos, foi a de que a Amazônia vai acabar em 20 anos! É de um americano, e ficamos em dúvida se é desejo ou ameaça.
De qualquer modo, estejamos tranquilos, porque, hoje, não é só de médicos, mas também é de profetas e loucos que todos temos um pouco.

Curto-circuito



Moisés e WGóes seguem tipo fio elétrico desencapado, apesar da repentina calmaria por que tem passado o plenário da AL, de uns dias pra cá, observam assessores das partes.

Parcimônia



Sobre candidato do PDT pra disputar prefeitura em Macapá, WGóes não precisa se afobar, ‘porque tem um leque de opções pra se abanar’, diz meio à brinca um assessor de gabinete vizinho ao do governador, no Setentrião.

Pela legalidade



Cabuçu (PMDB) : “Se acusações comprovarem que Cunha quebrou ética parlamentar, voto sem pestanejar pela cassação dele”.

A descoberto



Sujeito à dieta balanceada, por conta da crise braba, governo admite pendências em repasses de consignados, mas garante já estar com solução a caminho.
Com sede e fome de consumo, servidores, já comendo o pão que o diabo amassou, se irritam e reclamam da morosidade.

Sem lenço, sem documento …



Com plenário só tratando de terceirização, ninguémn criou asas, logo ninguém voou na AL, hoje, em se falando do raxa Legislativo vs. Setentrião, no tudo a ver com repasses duodecimais.
E servidores já caminhando para o segundo mês ainda sem poder coçar o bolso.

Alerta



Em périplo pelo país, senador Paim (PT/RS) pilota audiência pública na AL, em Macapá, e bota pingo nos ‘is’ sobre malefícios pro trabalhador se vingar projeto de terceirização.

Escora



Ainda no hotel, antes da audiência pública, na AL, senador Paim (PT/RS) gastou alguns minutos de prosa, em privado, com Cristina Almeida (PSB).
Pra que também ajude na campanha contra o projeto de terceirização, porque só prejudica classe trabalhadora.

Manda chuva



Que torçam o tabique do nariz, mas é Joel Banha quem ainda segue fazendo a omelete no PT, estado adentro.
Caso da degola de Bacelar, do municipal, que bote tempo já vinha sendo cantado em prosas e versos por ele.

Dúvida



Morubixaba do PSB, Capiberibe ainda enrola a ponta do bigode: Camilo, Smith ou a patroa Janete …
Quem vai para o trono do partido como o preferido dele pra disputar prefeitura, ano que vem?
Eis a questão.

Aspirante



Cabuçu confirma: vai botar nome à apreciação do PMDB pra disputar prefeitura, em Santana.