Podre de rico



No que lhe respeita e confere agora também como corregedor, Furlan, assim que voltar de rápida viagem, anuncia procedimentos a adotar na apuração dos títulos podres, com digitais de gente da mobília do Legislativo.
Um Deus nos acuda!

Parceria



Até agora só o PPS, de Alan, já se decidiu trilhar caminho junto com o PSB, de Capiberibe.
E o trono de Clécio, na prefeitura, como desejo de consumo.

Zanga



Com ambos ardendo em ira, aconselha-se não mais convidar Moisés e DaLula para um mesmo café da manhã, doravante.
Nunca, jamais, nem pensar!

Fraternalmente



Pra não destoar enredo, por já se repetir anos a fio, Sarney volta a confraternizar com imprensa e amigos em Macapá.
A partir das 8h da noite, sexta agora, 18, na sede campestre de A Domestilar, na JK.

Penúria



No que me tange e concerne, já contablizo 2015 como um ano duro de roer.
Resumindo: um sono sem sonhos.

Tragédia



 
Um portavoz do entorno de Moisés, contou-me em breves termos, hoje.
Gritaria na AL vai ser desgraçadamente imediata quando o ‘chefe’, se necessário, abrir a sua ‘caixa de pandora’.
Coisa que o presidente afastado não edifica nem destrói, nem inflama nem regala, mas também não descarta, diz o interlocutor.

Aliança



Casamento ainda não tem data marcada, mas Psol e Pros devem mesmo subir o altar, com juras de amor infinito na eleição municipal ano que vem.
Mas sempre é bom lembrar que o DEM, bote tempo, também já vem sendo considerado como mobília da casa.

Contramão



Seguindo pegadas do PCdoB, Psol, aqui, também se manifesta contra o impeachment de Dilma.
“Não que concorde com lambanças, mas porque processo está sendo conduzido pela direita, sempre voraz quando se trata de alçar o poder”, adita Lemos.

Lacônico



Ainda fechando-se em copa, Moisés foi seco, quase insensível pelo WhatsApp, hoje.
Eu: Onde e por onde, presidente?
Ele:Estou em Brasília.
Eu: Podemos conversar?
Ele: Logo falaremos …