Nada a ver



Ao contrário do que se botou nas redes, íntimos de Jorge Amanajás garantem
sequer passar pela cabeça dele ir à prefeitura, ano que vem.
E que, hoje em dia, só carrega no cérebro um único desejo
de consumo: apoiar muito bem o governo
Waldez nas relações institucionais.