Rodoviários ameaçam parar transporte público na capital



O presidente do Sindicato dos Condutores de Veículos e Trabalhadores das Empresas de Transportes Rodoviários de Passageiros do Estado do Amapá (Sincottrap), Genival Cruz, anunciou na manhã desta quarta-feira, 28, em entrevista ao programa LuizMeloEntrevista, na Diário 90,9 FM, que mais de 450 trabalhadores da empresa Sião Thur podem cruzar os braços a partir desta quinta-feira, 29, caso os salários e outras vantagens não sejam atualizados.

A empresa responde por 60% da frota que circula na capital e no transporte intermunicipal entre Macapá e Santana. “Desde o fim do ano passado que estamos denunciando essa manobra da empresa, inclusive com o Ministério Público do Estado sendo acionado, mas a patronal insiste em desrespeitar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado anteriormente”, disse Genival.

Caso a empresa não faça o ajuste do pagamento até o fim da tarde de hoje, a categoria iniciará a paralisação na madrugada desta quinta, em frente a garagem da Sião Thur. A reportagem entrou em contato com a empresa, mas as ligações não foram atendidas.