Nova chance



Zé Ramalho (ex-Seplan) ganhou novo julgamento de suas contas de 2001, que haviam sido desaprovadas pelo TCE-AP —anterior foi anulado por ‘falha formal no processo’.