Silente



 

“Nada a declarar!”.
Do Procurador Roberto Alvares (MP), à imprensa que o procurou, sobre a decisão judicial derrubando ação de improbidade contra Waldez Góes.