A quem interessar 



Nós, o outro, o distante, todos gostamos de ser respeitados. 
A droga é que poucos respeitam a gente, mais aqueles com rabugens de pessimismo. 
Afinal, o amor nunca trilhou por caminhos fáceis., logo a cruz que carrego sempre me será pesada, mas nem por isso, juro, jamais vou botar arame farpado e guardas no meu portão.
Vejo o amor com os olhos e com a mente; não temo o ódio, apenas desprezo e repudio.
Sempre!