Ambição



“Quem dá aos pobres —dizia Vitor Hugo, empresta a Deus”.
Diferentemente do que ocorre na seara política, onde a grande maioria, e com raríssimas exceções, prefere emprestar a si mesma.
Né, não?!