Fim de greve



Acordo fechado: governo vai pagar R$ 4,5 de retroativo [abril/junho] e médicos voltam à carga normal de trabalho.