Grato



 

Procurador Manoel Brito nos cumprimentos com WGóes, no Setentrião, quando recebia decreto de nomeação pro desembargo no Tjap, na vaga de Luiz Carlos, já aposentado.
Brito também foi Procurador Geral do MP, época em que Barcellos era governador.