Causa própria  



O Amapá não vai alcançar estabilidade política com interesses de cada um sendo colocados acima de qualquer coisa.
Nunca, jamais se continuar dando pedigree a quem não tem, só porque levantou bandeira ou pregou cartaz na parede da casa do eleitor.
É o nosso destino cruel.