Em liberdade



Já estão em casa servidores que a PF havia mandado pra cadeia, por causa de títulos ‘podres’ que pilantras, ainda fugitivos, enfiaram goela abaixo na na rubrica contas a pagar do legislativo estadual.
Dura realidade: pagam por aquilo que não devem.