Coragem



“É preciso ser muito macho pra fazer uma Expofeira com esse padrão de qualidade em plena crise”, reconheceu Kátia Abreu.