Vivíssimo



Brasil não só continua na berlinda política, como até já bota sola sobre solo pelo Senado, inclusive. Porém não mais pelo PPN, talvez com broche do PCdoB, com quem dialoga.