Expurgo



De DaLua para Moisés, cantarolando:
“Sai, sai, eu não te quero nunca mais ….”.