Barganha



Auê de Gilvan Borges, ao botar fogo em candidatura para a Prefeitura de Macapá, teria uma razão de ser:
Negociar desistência em troca do apoio sem fim de WGóes ao mano Cabuçu, em Santana.