Bem lembrado



WGóes já pediu estudo a assessores sobre destino do Macapá Hotel, caindo aos pedaços, e como dar bom uso à residência oficial, bonita, de localização privilegiada, mas deixada ao léu.
Já não é sem tempo.