Mosquito



Da lavra de Emanuel Bentes, da vigilância sanitária, situação do Amapá é muito grave porque os municípios não possuem estrutura logística e de pessoal para combater o Aedes Aegypti, de forma eficiente.
Que Deus nos proteja.