Agonizando



Paulo Lemos (Psol): “A Ueap está à beira da morte, sendo obrigada a alugar prédio pra manter suas atividades, mas, mesmo assim, não consegue honrar o aluguel, com dívida já ultrapassando 500 mil reais”.