Conformes



Tjap já bateu o martelo: instauração de procedimento que afastou Moisés Souza da presidência da ALAP é legal.
E não se fala mais nisso.