Denúncia



Marcos Reátegui, além do SIM!, também pediu CPI contra Justiça e MP, no Amapá — “que retiveram R$ 350 milhões devidos ao fisco”, como revelado por ele antes do voto pelo impeachment.