Inquérito



Reátegui subiu no telhado: vai pedir CPI, em Brasília, pra apurar ‘pedaladas’ no MP e na Justiça do Amapá.
A ver com suposta “apropriação indébida de R$ 350 mi, pra pagar dívidas fiscais”, como dito por ele inclusive no dia da votação do impeachment de Dilma, domingo.
Consultados, nem MP nem Tjap quis se manifestar sobre o tema.