Recuo



Ressabiado com possibilidade de mexer nos cofres do Sinsepeap, Aroldo Rabelo voltou atrás e resolveu obedecer ordem do Tjap de colocar um ponto final na greve.
Mas avisa: “só até sexta-feira, porque na próxima semana voltaremos às ruas, e com movimento sem prazo pra acabar”.