Contra



“Legalizar o jogo de azar no Brasil é inadequado e eticamente condenável”, na avaliação da Igreja Católica, no Rio.