Bomba!



Ex-advogado do PT, ministro Toffoli (STF) é citado por Léo Pinheiro, da OAS, em proposta de delação já entregue na Procuradoria-Geral de Justiça.
Mas só pode ser levada em conta se o empresário for guindado à condição de colaborador da Lava Jato.