Direito



Por enquanto, apesar da condenação de hoje no Tjap, Moisés e Edinho não caem na inelegibilidade —porque ainda podem recorrer e até serem absolvidos.