Que pena!



Sempre alegre, contador de causos e, aparentemente, uma pessoa feliz, assim de estalo ninguém ainda achou explicação para o suicídio de Gilberto Martins, hoje (29).
Mas, lembro o que Sarney me disse, um dia: “quem vê fotografia não lê radiologia.”
Logo, só Deus sabe.