Roubo



Assaltantes queriam dinheiro, e como Miguel só tinha pouco mais de 500 reais, arrebentaram gavetas, furaram colchão da cama e até travesseiros, atrás de mais grana e joias, mas nada encontraram.
“Eles, felizmente, não praticaram nenhuma violência física”, conta a deputada Cristina Almeida (PSB).