Sorte grande



Moisés e Edinho salvos pelo gongo: decisões monocráticas de alguns ministros que impedem prisão de condenados em 2ª instância permitem recursos em liberdade.
Defesa de ambos está otimista com absolvição no STJ.