Do contra



Só dois deputados (Lemos e Cristina) votaram pela liberação de WGóes pra responder a processos no STJ, em Brasília.
Marília, mulher dele, absteve-se.