Filão



Depois que STF aprovou indenização de R$ 2 mil por maus tratos e superlotação em penitenciárias, advogados já montam banca de atendimento na porta de presídios —em Macapá, inclusive.
É processo que não acaba mais.