Golpe



E quando se tem esperança de que maus feitos de grande monta chegaram à escassez, Polícia Civil desmantela em Macapá quadrilha com atuação nacional.
‘Barão’, como gosta de ser chamado, foi preso acusado de desviar mais de R$ 2,4 mi de contas inativas em SP.